DecorArte: As esculturas de Kira Shaimanova

Oi gentchy!
Hoje vou mostrar um pouquinho do trabalho da artista Kira Shaimanova. Usando uma estética freak, Shaimanova cria esculturas inspiradas em cartazes de circos do final do século 19, onde as deformidades humanas usadas nos espetáculos eram atrativas ao público. A esquisitice e riqueza de detalhes das esculturas e dos cenários são incríveis, olha só:

Aperte O Play... Trilha Sonora de A Culpa É Das Estrelas


Olá, gente linda! Espero que esteja tudo bem com todos vocês.
Hoje é dia de mais um Aperte O Play, que será um pouco diferente! Geralmente indicamos uma música ou uma banda. Mas, tenho estado tão viciada nessas músicas que preciso compartilhar!

Assisti apenas recentemente A Culpa É Das Estrelas, mas desde que a trilha sonora foi liberada eu baixei e comecei a escutar loucamente. Tipo, todos os dias durante a maior parte do tempo, sem parar! Quando fui para casa, uma viagem que dura dois dias e meio, SÓ ESCUTEI A MALDITA TRILHA SONORA! E não, eu ainda não enjoei haha

Então, vamos aos fatos: a trilha sonora de A Culpa É Das Estrelas, apesar de ter bastante músicas tristinhas e tal (para combinar com o clima do filme), também tem muita coisa animada, linda, diversa e de bom gosto! São dezesseis músicas cheias de emoção, letras lindíssimas e amor <3

Enfim, vocês entenderam! Tem música para todo quanto é gosto! É um cantor mais talentoso que o outro (Birdy <3)

Como não ficaria legal colocar as 16 músicas aqui, vou colocar apenas as minhas favoritas (que seriam as 16, mas peneirei com muita dor no coração haha) 

Então, Apertem O Play....e Hit it!

Resenha: Garota Exemplar - Gillian Flynn

Título: Garota Exemplar
Autor(a): Gillian Flynn
Editora: Intrínseca
Páginas: 448

Uma das mais aclamadas escritoras de suspense da atualidade, Gillian Flynn apresenta um relato perturbador sobre um casamento em crise. Com 4 milhões de exemplares vendidos em todo o mundo – o maior sucesso editorial do ano, atrás apenas da Trilogia Cinquenta tons de cinza –, "Garota Exemplar" alia humor perspicaz a uma narrativa eletrizante. O resultado é uma atmosfera de dúvidas que faz o leitor mudar de opinião a cada capítulo. Na manhã de seu quinto aniversário de casamento, Amy, a linda e inteligente esposa de Nick Dunne, desaparece de sua casa às margens do Rio Mississippi. Aparentemente trata-se de um crime violento, e passagens do diário de Amy revelam uma garota perfeccionista que seria capaz de levar qualquer um ao limite. Pressionado pela polícia e pela opinião pública – e também pelos ferozmente amorosos pais de Amy –, Nick desfia uma série interminável de mentiras, meias verdades e comportamentos inapropriados. Sim, ele parece estranhamente evasivo, e sem dúvida amargo, mas seria um assassino? Com sua irmã gêmea Margo a seu lado, Nick afirma inocência. O problema é: se não foi Nick, onde está Amy? E por que todas as pistas apontam para ele?

Garota Exemplar já estava a um bom tempo na minha estante, esperando minha vontade de lê-lo surgir, então eis que nessas férias eu decidi que o leria. Até porque, apesar de amar spoilers, eu queria ser surpreendida e com os trailers do filme e vários comentários sobre a futura adaptação pipocando a chance de receber um spoiler triplicou, então fui lá e acabei logo com isso. 

Eu queria ser surpreendida, né? E, caramba!, como eu amo quando um livro cumpre minhas expectativas!

5 Programas de TV que Marcaram Minha Vida

Olá pessoal! Tudo certo e correndo bem com vocês?
Hoje estou aqui para falar um pouquinho sobre 5 programas que marcaram a minha vida (ou minha infância). Esse post faz parte da blogagem coletiva do grupo ROTAROOTS - Blogueiros de Raiz, que tem como objetivo resgatar a blogosfera old school, então se quiser participar, pede lá!

Bom, então depois de pensar um montão consegui fazer uma peneira dos programas nos quais era viciada quando criança e que não perdia por nada, nem que tivesse que espernear para minha mãe haha
E eles são:

Teletubbies

"De novo, de novo" <3

Resenha: Perdendo-me - Cora Camarck

Título: Perdendo-me
Autor(a): Cora Camarck
Editora: Novo Conceito
Páginas: 288
SKOOB



VIRGINDADE. Bliss Edwards vai se formar na faculdade e ainda tem a sua. Chateada por ser a única virgem da turma, ela decide que o único jeito de lidar com o problema é perdê-lo da maneira mais rápida e simples possível com uma noite de sexo casual. Tudo se complica quando, usando a mais esfarrapada das desculpas, ela abandona um cara charmosíssimo em sua própria cama. Como se isso não fosse suficientemente embaraçoso, Bliss chega à faculdade para a primeira aula do último semestre e... adivinhe quem ela encontra?


Olá leitores, quero que conheçam a história de Bliss Edwards e seu conflito interno "idade-maturidade-sexo", contada de um jeito fofo e com muito humor por Cora Camarck, em Perdendo-me.
Me diverti demais lendo!

Bliss tem 22 anos e está quase se formando no curso de Artes Cênicas em uma universidade do Texas. É talentosa, inteligente, leitora, feliz, um pouquinho paranóica e virgem. Tudo bem, nada demais se este último fato não a estivesse quase enlouquecendo! E isto é tornado algo ainda maior por Kelsey Summers, sua amiga e conselheira um tanto exagerada. 

Bliss decide então que precisa perder a virgindade, e logo. Com ajuda de Kelsey, se produz do tipo "hoje eu tô pro crime" e vai à um bar para encontrar "o" cara. 
Com "o" cara, elas se referem à um cara gato, que não pareça um psicopata, e com o qual não pareça um erro transar. O que ela não esperava era conhecer literalmente O-Cara. Pra listar, rapidamente, apenas algumas de suas qualidades: gato, simpático, sedutor, inteligente E britânico!

Sotaque. ELE TEM SOTAQUE BRITÂNICO. Santo Deus, estou morrendo.

Capas pelo Mundo: Os 13 Porquês

Oi! Como vocês estão?
Para o Capas pelo Mundo de hoje escolhi Os 13 Porquês, do autor Jay Asher. Para quem já leu minha resenha (aqui), sabe o quanto adorei o livro! Achei muitas capas dele, mas na verdade não sei se elas são mesmo dos países aos quais as relacionei, então caso haja algum erro já peço desculpas antecipadamente.

       
   Brasil                                            Portugal

DecorArte: A fotografia sombria de Juliette Bates

A fotógrafa Juliette Bates tem um certo fascínio por animais que voam, tanto insetos quanto aves. No seu trabalho intitulado “Histoires Naturelles”, ela apresenta fotografias bastante peculiares, com um ar sombrio e misterioso. A predominância de tons neutros e escuros refletem a presença da mortalidade, embora também seja possível encontrar vislumbres de imortalidade nas imagens, como nas fotografias onde a cúpula de vidro está presente, afim de questionar a fragilidade da condição humana e nossa relação com a natureza. 




Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...