DecorArte: Lugares abandonados fotografados por Andre Govia

Olá!
Gente, acho que dentre todos os post do DecorArte feitos por mim, esse foi o que tive mais dificuldade em selecionar as fotografias que queria nele, pois todas eram lindas demais. Ah, de que fotografias estou falando? As tiradas pelo administrador que usa seu tempo livre fotografando locais abandonados: Andre Govia.
Govia gosta de ir à lugares abandonados como mansões, asilos e hospitais para fotografar. Muitas vezes um pequeno objeto encontrado nesses lugares pode resultar numa fotografia sensacional. Para dar o efeito um tanto sobrenatural e melancólico das fotos, Govia usa a técnica HDR (High Dynamic Range). O resultado é o que você confere abaixo:


Blogagem Coletiva: A Trilha Sonora da Minha Vida


Este post é um oferecimento da blogagem coletiva do mês do ROTAROOTS - Blogueiros de Raiz, que tem como tema falar sobre as músicas que marcaram a sua vida.

Resenha: Réquiem - Lauren Oliver

Título: Réquiem
Autor(a): Lauren Oliver
Editora: Intrínseca
Páginas: 304
No desfecho da trilogia em que o amor é considerado uma doença, Lena é um importante membro da resistência contra o governo. Transformada pelas experiências que viveu, está no centro da guerra que logo eclodirá. Depois de resgatar Julian de sua sentença de morte, Lena e seus amigos voltam para a Selva, cada vez mais perigosa. Enquanto isso, Hana, sua melhor amiga de infância, foi curada. Ela leva uma vida segura e sem amor junto ao noivo, o futuro prefeito. Às vésperas do casamento e da eleição - cujo resultado pode dificultar ainda mais a vida dos Inválidos -, Hana se questiona se a intervenção realmente tem efeito. Vivendo em um mundo dividido, Lena e Hana narram suas histórias em capítulos alternados. O que elas não sabem é que, em lados opostos da guerra, suas jornadas estão prestes a se reencontrar

Réquiem é o terceiro e último livro da série Delírio. Nesse ponto da história Lena descobre que Alex, seu antigo amor, está vivo, porém ele não é mais o mesmo depois de ter ficado preso nas Criptas. E Lena está com Julian, ela o arrastou para o seu mundo, não pode abandoná-lo agora. Mas o mundo (e a história) vai muito além da vida amorosa de Lena. O impasse em que vive a sociedade criada por Lauren Oliver atinge o seu ápice, as rachaduras que vimos surgir na aparente perfeição do sistema nos livros anteriores se transformam em fendas e em algum momento irão ruir. 

Enquanto vemos Lena e a Resistência lutando pela liberdade e naquilo que acreditam, também temos o ponto de vista de Hana na história. Ela está finalmente curada, ou seja, segura e vai se casar em algumas semanas com o futuro prefeito de Portland. Tudo está, aparentemente, perfeito, mas Hana tem sonhos (ela não deveria ter sonhos!!!!) e ela ainda sente algumas coisas; culpa, principalmente. Será que algo na cura pode ter dado errado? 

Aperte o Play... Dire Straits



Here comes Johnny singing oldies, goldies ♬♪

Hoje o post é especial... Venho dividir com vocês uma de minhas bandas favoritas, um som que eu amo demais, que me enche de suspiros e de mim mesma em qualquer momento.

Dire Straits é uma das bandas que escolhi para compôr a trilha sonora da minha vida. E, sim, ouço todos os dias.
De qualquer forma, saibam que, posso não ter ciúmes de pessoas, mas de livros, músicas e filmes... Admito... Sim, me mordo de ciúmes.
Pois então, quem curtir e se identificar ao menos um pouco, bem-vindo (a) e cuide bem desse som :)

Passada a minha declaração de amor, já podemos partir para as formalidades.



Para quem ainda não ouviu falar, a banda britânica Dire Straits está desde 77 produzindo um rock leve e alternativo à sua época de criação, um som que encantou e encanta pessoas de bom gosto pelo mundo todo! Foi formada por um dos gênios da música Mark Knopfler, com seu irmão David KopflerJohn Illsley e Pick Withers. A formação da banda mudou várias vezes desde sua criação até que em 95, Mark resolveu seguir a carreira solo e a banda foi desfeita (choros e lamentos).

Dire Straits lançou diversos hits ao longo da carreira, alcançando a marca de 100 milhões de discos vendidos!



Quase lotei este post de vídeos e músicas, mas me contive e, muito arduamente, consegui selecionar apenas algumas (as que eu mais gosto) para compartilhar com vocês!

Poema sobre algumas vontades

Hello people, como vão? 

O post de hoje é um pouco diferente. Faz algum tempo que venho pensando em escrever coisas diferentes para o blog, além de resenhas e tal. E graças aos bilhões de trabalhos e provas da faculdade tenho tido insônia, a qual aparentemente me inspira, pois consegui escrever um poema depois de MUITO tempo (vide ensino fundamental). Então, POR FAVOR, não me julguem e me deem algum desconto, sou uma iniciante que não leva muito jeito para escrever poesias. Além disso, estou fazendo um esforço heroico para perder a vergonha e compartilhar com vocês. 

Mas chega de lenga lenga, segue o meu poema. Espero que gostem :3

Resenha: No Limite da Atração - Katie McGarry

Título: No Limite da Atração
Autor(a): Katie McGarry
Editora: Verus
Páginas: 364
SKOOB

Sinopse: Ninguém sabe o que aconteceu na noite em que Echo Emerson, uma das garotas mais populares da escola, se transformou em uma “esquisita” cheia de cicatrizes nos braços e alvo preferencial de fofocas. Nem a própria Echo consegue se lembrar de toda a verdade sobre aquela noite terrível. Ela só gostaria que as coisas voltassem ao normal.
Quando Noah Hutchins, o cara lindo e solitário de jaqueta de couro, entra na vida de Echo, com sua atitude durona e sua surpreendente capacidade de compreendê-la, o mundo dela se modifica de maneiras que ela nunca poderia ter imaginado. Supostamente, eles não têm nada em comum. E, com os segredos que ambos escondem, ficar juntos vai se mostrar uma tarefa extremamente complicada.
Ainda assim, é impossível ignorar a atração entre eles. E Echo vai ter de se perguntar até onde é capaz de ir e o que está disposta a arriscar pelo único cara que pode ensiná-la a amar novamente. No limite da atração é um livro sexy e envolvente sobre o amor de duas pessoas que estão perdidas e que juntas tentam desesperadamente se encontrar.

Já fazia tanto tempo que não lia um New Adult que até havia esquecido como eles nos deixam bobinha, torcendo para que o casal fique junto... Bom, No Limite da Atração trouxe essa sensação e muito mais, ainda que tenha deixado a desejar em alguns aspectos. Nele temos capítulos alternados do ponto de vista do casal em questão: Echo e Noah. O cenário é o último ano do colegial onde Echo, que era muito popular no ano anterior, se torna a esquisita/excluída da escola após ter passado por um acontecimento traumático que deixou seus braços cobertos por cicatrizes. Tão traumático que seu cérebro simplesmente bloqueou as lembranças dele. Como se não fosse o suficiente, ninguém quer contar a Echo o que aconteceu, e ela ainda precisa lidar com a perda de seu irmão mais velho, o afastamento de sua mãe (que sofre de bipolaridade), o pai controlador e a gravidez de sua madrasta (que ela não suporta). 

DecorArte: Fotografias do momento exato por Alan Sailer


E aí pessoal?  Tudo certo?
Dessa vez quem está na coluna DecorArte é o fotógrafo americano Alan Sailer.

Pra quem nunca ouviu falar, Sailer é um fotógrafo que gosta de ação! Ou melhor... De capturar o momento exato ação.
E é por isso que ele realiza seu trabalho na garagem da própria casa, porque a bagunça é grande!

Com uma pistola de ar comprimido e uma câmera Nikon D40 com tempo de exposição do flash de um milionésimo de segundo, Sailer sincroniza o disparo da pistola com a captura da câmera e... Bem, vejam o resultado vocês mesmos...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...